(61) 9973-9303
(Plantão de 8 às 20 h)

Sustentabilidade

      A Fazenda, nesses últimos anos, vem intensificando seus projetos para se tornar auto-suficiente em energia e alimentação. O projeto teve início com a implantação de um pomar e uma horta orgânica.
      Hoje o pomar já possui mais de 30 variedades de frutas e a horta fornece os principais legumes e verduras para o restaurante da Fazenda. Na Fazenda também se produz milho, soja, sorgo, cana de açúcar, mandioca e abóbora, utilizados no restaurante assim como para alimentação dos animais.
      Além disso, há produção de leite cuja produção aumenta anualmente.

Energia Solar

      A água utilizada nos chuveiros da área de hospedagem e casas dos funcionários é aquecida por energia solar através do sistema de aquecimento de água do tipo Belosol, que utiliza placas solares de baixo custo, garantindo banho quente sem gasto de energia elétrica. Este procedimento economizou em 30% os custos com energia elétrica da fazenda.

Coleta Seletiva

      Até o ano de 2007, a Fazenda encaminhava para o vazadouro a céu aberto (lixão) da cidade de Cocalzinho de Goiás cerca de 200 kg de lixo por semana. A partir deste ano a fazenda começou a implantar um sistema de coleta seletiva dos resíduos sólidos tanto da área de hospedagem com dos funcionários e no ano de 2008 nenhum resíduo é encaminhado para o lixão: o resíduo inorgânico é reciclado sempre que possível, e quando isso não ocorre, é utilizado como combustível para aquecimento da caldeira que produz o álcool combustível.
      O resíduo orgânico serve em parte para alimentação das galinhas e o restante é levado para o sistema de compostagem por aeração contínua, cujo produto final é adubo orgânico utilizado na lavoura.

Álcool combustível

      Em 2007, iniciou-se a construção de uma micro usina de álcool combustível com o objetivo de reduzir o uso de energia petroquímica na Fazenda. Esta usina tem capacidade de produzir 300 litros de álcool combustível por dia que são utilizados nos automóveis da Fazenda.
      Nos meses de agosto e setembro produzimos álcool a partir da cana de açúcar. Nos meses de fevereiro, março e abril produzimos álcool a partir do sorgo sacarino e no restante dos meses quando possível produzimos álcool a partir do milho em grão. O subproduto do álcool é utilizado para alimentação animal ou adubo fertilizante.

Plantio de Árvores

      A cada ano que passa a fazenda forma uma nova área de floresta de eucalípto ou reforma uma já existente. Cada área corresponde a aproximadamente 3 hectare com localização espaçadas entre elas para não haver uma monocultura de eucalípto e assim ajudar na biodiversidade da fazenda. Plantamos em média 1000 árvores nativas por ano principalmente em áreas de reserva permanente. Possuímos ao fundo da área de hospedagem uma área com 10 hectares reflorestado com espécies nativas onde antes era pastagem. Essa área possui uma trilha onde o hospede pode contemplar essa mudança de vegetação, hoje repleta de animais silvestres.


Tabapuã dos Pireneus® 2003-2017 - Todos os direitos reservados© | CNPJ: 07.342.830/0001-46
br 070 a 5 km da cidade de cocalzinho de goiás, 1 - zona rural | CEP: 72975-000 - Cocalzinho de Goiás - Goiás
(61) 9973-9303     contato@tabapuadospireneus.tur.br